Conforme o tipo de empresa e agente nocivo no ambiente de trabalho, será necessário realizar análises quantitativas. Normalmente é feita a medição dos níveis de pressão sonora (ruído), calor, outros.


Para substâncias químicas se faz necessário utilizar de metodologias para quantificar agentes tais como:

 - poeiras

- substâncias tais como xileno, tolueno, fumos metálicos ( soldas ) 

- gases, fumaças, neblinas, outros


O engenheiro responsável, frente a empresa interessada nas avaliações quantitativas de produtos químicos  e aereodispersóides fibrogênicos e não fibrogênicos devem considerar que o prazo é em média 15 dias para conclusão de análises conforme os laboratórios de análises ambientais. 


Por isso devem para o PPRA NR9, LTCAT ou NR15 considerar as etapas de levantamento de custos , e da aprovação do orçamento são realizadas as amostragens no ambiente de trabalho, utilizando-se de aparelhagens e métodos técnicos para atender as especificações dos laboratórios.


Ao final, no caso do NR15, é emitido um parecer técnico ( podemos dizer laudo técnico das condições do ambiente de trabalho) com a conclusão dos níveis de exposição, levando-se em consideração os setores.